Início

Dedetização

Tipos de aplicações.
  • Pulverização, Nebulização, Termonebulização
  • Iscas em gel,granulado ou massa, Polvilhamento
Método de Tratamento:
o controle é realizado através de micro- pulverização com bombas de alta pressão atingindo, em seu interior, 70 libras. O tratamento é direcionado para as áreas de rodapés, contorno dos batentes de portas, janelas, fendas, e  em todo perímetro edificação Em alguns casos também é feito o uso da aplicação de gel inodoro e pó químico nos conduítes e aplicação com produto específico nos ralos e redes de esgoto.
CONTROLE DE BARATAS
As baratas são os insetos mais comuns ao convívio humano, no entanto, das cerca de 4000 espécies existentes, a sua maioria é silvestre. Menos de 1% busca o convívio com o homem, devido às condições propícias relacionadas à disponibilidade de alimento, abrigo e água. Estas espécies são chamadas de baratas domésticas.
A presença de baratas em nossos lares causa, sem dúvida, mais distúrbios para seus moradores (aflição, angústia, “stress”) do que qualquer outro inseto. Os estudos de fósseis de baratas demonstram que estes animais mudaram muito pouco em aproximadamente 300 a 400 milhões de anos que existem na face da terra. Por isso, a barata é considerada uma das espécies de maior capacidade de adaptação e resistência do reino animal, podendo adaptar-se às mais variadas condições do meio ambiente.
As baratas são veiculadoras de doenças causadas por disseminação mecânica de patógenos diversos tais como esporos de fungos, bactérias, vírus, etc., nas pernas e corpo, adquiridas quando percorrem esgotos e lixeiras ou outros lugares contaminados.
Método de Tratamento:CONTROLE DE FORMIGAS
Elas podem ser de vários tipos: – Lavapé: pica e faz ninhos na terra solta, – Fantasma: tem pernas e corpo esbranquiçados, – Carpinteira: faz ninho na madeira, – Faraó: mais comum em hospitais e equipamentos eletrônicos.
As construções possuem locais favoráveis para que as formigas façam seus ninhos. Os locais preferidos são atrás de paredes ou armários, tomadas elétricas, batentes de portas e batentes, frestas nas calçadas, rodapés e até mesmo dentro de aparelhos eletrônicos. Além do incômodo, as formigas também são veiculadoras de doenças, sendo uma das principais responsáveis por infecções hospitalares.
O tratamento para controle de formigas depende também da espécie que infesta o local, podendo ser utilizada isca em forma de gel, a pulverização ou injeção de produto líquido.

CONTROLE DE PULGAS E CARRAPATOS
As pulgas e carrapatos são insetos hospedeiros na maioria das vezes presentes em cães e gatos passando para o ambiente. O controle deve se feito paralelamente com o tratamento no animal. Além disso, devem ser previstas 02 aplicações com o intervalo de 15 dias entre elas. Essa medida é necessária porque esses insetos depositam ovos que não atingidos pelo produto na 1ª aplicação, sendo preciso o retorno após 01 mês para eliminar os insetos que eclodiram dos ovos.
É necessário que seja utilizado produtos com indicação para esses tipos de pragas.

CONTROLE DE TRAÇAS
As traças costumam viver em ambientes escuros e úmidos e possuem hábito noturno. São mais encontradas em armários, rodapés e forros. As traças mais comuns no meio urbano são as traças “de livros”, “de roupas” e “de grãos e produtos armazenados” e ambas são facilmente transportadas em caixas com produtos ou utensílios contaminados.
O combate dessas pragas é feito através de micro pulverização no local infestado ou termonebulização(fumaça)

.

CONTROLE DE ARANHAS

Existem 35000 espécies de aranhas espalhadas pelo planeta. Muitas das espécies de aranhas encontradas no meio urbano são inofensivas ao homem sendo importante até mesmo para o ecossistema.
As aranhas são animais peçonhentos, injetando veneno por meio de um par de ferrões conectados à glândulas produtoras de peçonha, que se encontram em suas peças bucais. A gravidade do envenenamento varia de acordo com o local da picada e a sensibilidade individual, sendo indicado procurar assistência médica em caso de acidente.
A aplicação para controle das aranhas deve também atingir a parte alta das residências, como sótãos, forros e tetos, além de ser sempre necessário evitar o acúmulo de poeira nesses locais. Recomenda-se sempre, a remoção das teias usando uma vassoura.

pragas